terça-feira, 1 de agosto de 2017

Capítulo IX - O Cânon depois da Consagração até a oração dominical



1. Reposto e adorado o Cálice, o sacerdote de pé ante o altar, com as mãos estendidas diante do peito, diz em voz baixa: Unde et memores, etc. Quando diz: de tuis donis ac datis, junta as mãos diante do peito e tendo a mão esquerda sobre o altar dentro do corporal, faz com a direita o sinal da cruz três vezes sobre a Hóstia e o Cálice: quando diz: Hóstiam + puram, Hóstiam + sanctam, Hóstiam + immaculatam, e uma vez só sobre a Hóstia, enquanto diz: Panem + sanctum vitae aeternae, e uma vez apenas sobre o Cálice, dizendo: et Cálicem + salutis perpetuae; em seguida, de pé como antes e com as mãos estendidas, prossegue: Supra quae propitio, etc.
Quando diz: Supplices rogamus, etc., inclina-se ante o meio do altar com as mãos juntas e postas sobre a borda dele. Quando diz: ex hac altaris participatione, oscula o altar, com as mãos postas a partir de então sobre o corporal. Quando diz: sacrosanctum Filii tui [ereto no meio do altar], junta as mãos; e com a direita traça o sinal da cruz uma vez somente sobre a Hóstia e uma vez só sobre o Cálice, com a mão esquerda posta sobre o corporal, dizendo: Cor+pus et Sang+uinem sumpserimus, e faz sobre si o sinal da cruz da fronte ao peito, com a esquerda colocada abaixo do peito quando diz: omni benedictione + caelesti, e prossegue: et gratia repleamur. Quando diz: Per eumdem, une as mãos.
2. Quando diz: Memento etiam, Dómine, famulorum famularumque tuarum, etc., com as mãos estendidas e unidas ante o peito, e elevadas até à face, e com os olhos voltados para o Sacramento sobre o altar, faz a comemoração dos fiéis defuntos, que lhes for agradável, do mesmo modo como foi dito para a comemoração dos vivos. Feita a comemoração, estando de pé como antes com as mãos estendidas, prossegue: Ipsis, Dómine, et omnibus in Christo, etc., e no final para: Per eumdem, junta as mãos, e inclina a cabeça.
3. Quando diz: Nobis quoque peccatoribus, eleva um pouco a voz e com a mão direita bate no peito, com a esquerda posta sobre o corporal, e prossegue em voz baixa: famulis tuis, etc., permanece em pé com as mãos estendidas, como anteriormente.
Quando diz: Per Christum Dominum nostrum. Per quem haec omnia, Domine, semper bona creas, junta as mãos ante o peito: em seguida, traçando três vezes o sinal da cruz comumente sobre a Hóstia e o Cálice com a mão direita, diz: sanct+ificas, vivi+ficas, bene+dicis, et praestas nobis. Depois, descobre o Cálice com a mão direita, e adora o Sacramento com genuflexão: então, se levanta, e reverentemente segura a Hóstia entre o polegar e o indicador da mão direita, e com A mesma sobre o cálice, tendo-o na mão esquerda próximo do nó abaixo da copa, faz três vezes o sinal da cruz de lábio a lábio, dizendo: Per + ipsum, et cum + ipso, et in + ipso. E, do mesmo modo, faz com a Hóstia duas vezes o sinal da cruz entre o Cálice e o peito, iniciando a partir do lábio do cálice, dizendo: est tibi Deo Patri + omnipotenti, in unitate Spiritus + Sancti.
Em seguida, tendo na mão direita a Hóstia sobre o Cálice, com a esquerda eleva ao mesmo tempo à pequena altura o Cálice com a Hóstia, dizendo: omnis honor et gloria, e imediatamente depondo os dois, coloca a Hóstia sobre o corporal e, se necessário, purifica os dedos, como acima; e, juntando os polegares e indicadores, cobre o Cálice com a pala, e adora o Sacramento com genuflexão.

***
Título original: Ritus servandus in celebratione Missae

Nenhum comentário:

Postar um comentário