RITUS SERVANDUS



RITO A SER OBSERVADO NA CELEBRAÇÃO DA MISSA

Atendendo a diversos pedidos, começamos hoje a publicar uma tradução portuguesa do “Ritus servandus in celebratione Missae”, ou seja, as rubricas que ensinam o passo a passo de como o sacerdote deve celebrar a Santa Missa.
A tradução é do Reverendíssimo Padre Jorge Luís, da Administração Apostólica, feita durante seus estudos no seu ano diaconal. Nesta tradução que oferecemos faltam alguns números, pois aqui postamos apenas o que diz respeito à Missa Rezada.
Por enquanto, o presente texto é dado apenas como um subsídio aos reverendíssimos sacerdotes e demais pessoas interessadas, portanto, fica proibida a comercialização e divulgação por terceiros, todos os direitos ficam reservados ao tradutor e a este Apostolado FERR.

Capítulo III - O começo da Missa
Capítulo V - A oração
Capítulo IX - O Cânon depois da Consagração até a oração dominical
Capítulo X - A oração dominical e outras coisas até a Comunhão
Capítulo XI - A antífona da Comunhão e as orações depois da Comunhão
Capítulo XII - A bênção no fim da Missa e o Evangelho de São João
Capítulo XIII - As coisas que devem ser omitidas na Missa dos defuntos
Capítulo XIV - As coisas que devem ser feitas, se o sacerdote celebra duas ou três vezes no mesmo dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário