sexta-feira, 26 de maio de 2017

Domingo depois da Ascensão

II classe, paramentos brancos

A Missa deste Domingo é uma transição entre a festa da Ascensão e a festa de Pentecostes. Para melhor compreensão do seu formulário, procuremos compenetrar-nos dos sentimentos da pequena comunidade dos primeiros cristãos.
A Igreja vai preparando aos cristãos para o tempo em que Jesus já não será visto visivelmente pelos seus, o que começa com dia da Ascensão, e quer que aguardemos com ânsia pelo Espírito Santo, que é quem conduzirá a vida dos cristãos através deste mundo até o encontro definitivo com Deus.
O Evangelho traz um anúncio grave do Senhor para o tempo posterior a sua elevação aos Céus. Assegura que o Paráclito, o Espírito Santo que Ele prometia como “advogado” que é o Espírito da Verdade e “dará testemunho d’Ele”. O Espírito descobrirá a verdade sobre os acontecimentos da vida de Cristo. E os Apóstolos também darão testemunho de Cristo já que estiveram com Ele desde o princípio. É missão do Espírito Santo revelar aos Apóstolos toda a verdade sobre Cristo, sobre seus atos,sua vida e sua morte, e fortalecê-los para que sejam capazes de dar testemunho.

INTRÓITO
(Sl 26,7-9.1)
EXÁUDI, Dómine, vocem meam, qua clamávi ad te, allelúja: tibi dixit cor meum, quæsívi vultum tuum: vultum tuum, Dómine requíram: ne avértas fáciem tuam a me, allelúja, allelúja. PS. Dóminus illuminátio mea et salus mea: quem timébo? Glória Patri. Exáudi, Dómine.
ESCUTAI-ME, Senhor, porque vos chamo, aleluia, em meu coração eu vos digo: busco vossa face, buscarei vossa face, Senhor; não me escondas vossa face, aleluia, aleluia.  SL. O Senhor é minha luz e minha salvação. De quem terei medo? Glória ao Pai. Escutai-me, Senhor.

COLETA
OMNÍPOTENS sempitérne Deus, fac nos tibi semper et devótam génere voluntátem; et majestáti tuæ sincéro corde servíre. Per Dóminum.
Ó DEUS eterno e todo poderoso, concedei-nos sempre entregar-nos a vós com toda fidelidade e servir vossa majestade com sincero coração. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(1Pd 4, 7-11)
Léctio Epístolæ beáti Petri Apóstoli.
C
aríssimos: sede prudentes e vigiai em oração. Sobretudo, cultivai o amor mútuo, com todo o ardor, porque o amor cobre uma multidão de pecados. Sede hospitaleiros uns com os outros, sem reclamações. Como bons administradores da multiforme graça de Deus, cada um coloque à disposição dos outros o dom que recebeu. Se alguém tem o dom de falar, fale como se fossem palavras de Deus. Se alguém tem o dom do serviço, exerça-o como capacidade proporcionada por Deus, a fim de que, em todas as coisas, Deus seja glorificado, por Jesus Cristo, Nosso Senhor.

ALELUIA
(Lc 1, 46)
ALLELÚIA, allelúia. V. Regnávit Dóminus super omnes gentes: Deus sedet super sedes sanctam suam. Allelúja. V. Non vos relínquam órphanos: vado, et vénio ad vos, et gaudébit cor vestrum. Allelúja.
ALELUIA, aleluia. V. O Senhor é Rei de todas as nações. Deus se senta sobre seu trono sagrado. Aleluia. V. Não vos deixo órfãos: vou, e voltarei para vós, e alegrarei vosso coração. Aleluia.

EVANGELHO
(Sl 46,9; Jo 14,18)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Joánnem.
N
aquele tempo, Jesus disse aos seus discípulos: Quando, porém, vier o Defensor que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da Verdade, que procede do Pai, ele dará testemunho de mim. Eu vos disse estas coisas para que vossa fé não fique abalada. Sereis expulsos das sinagogas, e virá a hora em que todo aquele que vos matar, julgará estar prestando culto a Deus. Agirão assim por não terem conhecido nem ao Pai, nem a mim. Eu vos falei assim, para que vos recordeis do que eu disse, quando chegar a hora. O Paráclito, ou Defensor “Eu não vos disse isso desde o começo, porque eu estava convosco.                                                                                                                                                             
Credo
OFERTÓRIO
(Sl 46,6)
ASCÉNDIT Dóminus in jubilatióne, et Dóminus in voce tubæ, allelúja.
O SENHOR sobe entre aclamações, o Senhor subiu ao toque das trombetas, aleluia.

SECRETA
SACRIFÍCIA nos, Dómine, immaculáta puríficent: et méntibus nostris supérnæ grátiæ dent vigórem. Per Dóminum.
ESTE sacrifício santo nos purifique, Senhor, e derrame em nossas almas a força divina de vossa graça. Pelo mesmo Nosso Senhor.

PREFÁCIO DA ASCENSÃO
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus, por Cristo, Nosso Senhor. Este, depois de sua Ressurreição, manifestou-se visivelmente a todos os seus discípulos, e em presença deles, subiu aos céus, para nos fazer participar de sua Divindade. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo, sem fim:

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Jo 17,12-13.15)
PATER, cum essem cum eis, ego servábam eos, quos dedísti mihi, allelúja: nunc autem ad te vénio: non rogo ut tollas eos de mundo, sed ut serves eos ex malo, allelúja, allelúja.
PAI, enquanto estava com eles, eu guardava os que Me deste, aleluia, mas agora que vou para Ti, não peço que os tire do mundo, mas que os guardes de todo mal, aleluia, aleluia.

PÓSCOMUNHÃO
REPLÉTI, Dómine, munéribus sacris: da, quǽsumus, ut in gratiárum semper actióne maneámus. Per Dominum.
ALIMENTADOS, Senhor, com vossos sacramentos, dai-nos viver em contínua ação de graças. Por Nosso Senhor.

Ver, baixar ou imprimir em PDF:


Voltar ao Próprio da Missa

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Missa de São Felipe Neri, Confessor (26 de maio)

III classe, paramentos brancos

Nasceu em Florença (1515), e foi ordenado sacerdote com 36 anos de idade. Por sua caridade atraia os corações (Intróito). Trabalhou muito para a renovação da vida cristã, principalmente entre os leigos, em Roma. Para este fim, fundou a Congregação do Oratório.

INTRÓITO
(Rm 5,5; Sl 102,1)
CÁRITAS Dei diffúsa est in córdibus nostris, per inhabitántem Spíritum ejus in nobis. Allelúia, allelúia. PS. Bénedic, ánima mea Dómino: et ómnia quæ intra me sunt, nómini sancto ejus. Glória Patri. Caritas.
O AMOR de Deus foi derramado em nossos corações, por seu Espírito que reside em nós. SL. Minha alma bendiz ao Senhor, e tudo o que em mim existe cante o louvor de seu Santo Nome. Glória ao Pai. O amor.

COLETA
DEUS, qui beátum Philíppum Confessórem tuum, Sanctórum tuórum glória sublimásti: concéde propítius; ut, cujus solemnitáte lætámur, ejus virtútum proficiámus exémplo. Per Dóminum nostrum.
Ó Deus, que elevastes Vosso Confessor São Felipe, à glória de Vossos Santos, concedei-nos propício, que celebrando com alegria sua festa, nos aproveitemos do exemplo de suas virtudes. Por Nosso Senhor.
Nas Missas Rezadas Comemoração de Santo Eleutério, Papa e Mártir:
GREGEM tuum, Pastor ætérnæ, placátus inténde: et per beátum Eleutherius Mártyrem tuum atque Summum Pontíficem, perpétua protectióne custódi; quem totíus Ecclésiæ præstitísti esse pastórem. Per Dóminum nostrum.
OLHAI propício, ó Pastor Eterno, para o Vosso rebanho e guardai-o sob a Vossa constante proteção, pela intercessão do bem-aventurado Santo Eleutério, Vosso Mártir e Pontífice Supremo, a quem estabelecestes como Pastor de toda a Igreja. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(Sb 7,7-14)
Léctio libri Sapientiae.
I
mplorei e a inteligência me foi dada, supliquei e o espírito da sabedoria veio a mim.  Eu a preferi aos cetros e tronos, e avaliei a riqueza como um nada ao lado da Sabedoria. Não comparei a ela a pedra preciosa, porque todo o ouro ao lado dela é apenas um pouco de areia, e porque a prata diante dela será tida como lama. Eu a amei mais do que a saúde e a beleza, e gozei dela mais do que da claridade do sol, porque a claridade que dela emana jamais se extingue. Com ela me vieram todos os bens, e nas suas mãos inumeráveis riquezas. De todos esses bens eu me alegrei, porque é a Sabedoria que os guia, mas ignorava que ela fosse sua mãe. Eu estudei lealmente e reparto sem inveja e não escondo a riqueza que ela encerra, porque ela é para os homens um tesouro inesgotável; e os que a adquirem preparam-se para se tornar amigos de Deus, recomendados (a ele) pela educação que ela lhes dá.

ALELUIA
(Lm 1,13; Sl 38,4)
ALLELÚIA, allelúia. V. De excélso misit ignem in óssibus meis, et erudívit me. Allelúia. V. Concáluit cor meum intra me: et in meditatióne mea exardéscet ignis. Allelúia.
ALELUIA, aleluia. V. Do Céu Ele me enviou fogo, dentro de meus ossos e me instruiu. Aleluia. V. Meu coração se abrasou dentro de mim e o fogo se acendeu em minha meditação. Aleluia.

EVANGELHO
(Lc 12,35-40)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Lucam.
N
aquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: Estejam cingidos os vossos rins e acesas as vossas lâmpadas. Sede semelhantes a homens que esperam o seu senhor, ao voltar de uma festa, para que, quando vier e bater à porta, logo lha abram. Bem-aventurados os servos a quem o senhor achar vigiando, quando vier! Em verdade vos digo: cingir-seá, fá-los-á sentar à mesa e servi-los-á. Se vier na segunda ou se vier na terceira vigília e os achar vigilantes, felizes daqueles servos! Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa. Estai, pois, preparados, porque, à hora em que não pensais, virá o Filho do Homem.                                                                                                                                                             

OFERTÓRIO
(Sl 118,32)
VIAM mandatórum tuórum cucúrri, cum dilatásti cor meum. Allelúia.
CORRI o caminho de Vossos mandamentos, porque me dilatastes o coração.

SECRETA
SACRIFÍCIIS præséntibus, quǽsumus, Dómine, inténde placátus: et præsta; ut illo nos igne Spíritus Sanctus inflámmet, quo beáti Philíppi cor mirabíliter penetrávit. Per Dóminum… in unitáte ejúsdem Spíritus Sancti.
Comemoração de S. Eleutério:
SENHOR, nós Vos pedimos, olhai, benigno, para o presente sacrifício e fazei que o Espírito Santo nos inflame com aquele fogo que penetrou maravilhosamente o coração de São Felipe. Por Nosso Senhor... na unidade do mesmo Espírito.
OBLÁTIS munéribus, quǽsumus, Dómine, Ecclésiam tuam benígnus illúmina: ut, et gregis tui profíciat ubíque succéssus, et grati fiant nómini tuo, te gubernánte, pastóres. Per Dóminum nostrum.
POR estas dádivas, Senhor, iluminai benignamente a Vossa Igreja, para que, bem sucedida, progrida o Vosso rebanho em toda a parte e os pastores por Vós governados se tornem gratos ao Vosso Nome. Por Nosso Senhor.

PREFÁCIO DA ASCENSÃO
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus, por Cristo, Nosso Senhor. Este, depois de sua Ressurreição, manifestou-se visivelmente a todos os seus discípulos, e em presença deles, subiu aos céus, para nos fazer participar de sua Divindade. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo, sem fim:


ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Jo 16,8)
COR meum, et caro mea exsultavérunt in Deum vivum. Allelúia.
MEU coração e minha carne exultarão no Deus vivo. Aleluia.

PÓSCOMUNHÃO
CŒLÉSTIBUS, Dómine, pasti delíciis: quǽsumus; ut beáti Philíppi Confessóris tui méritis et imitatióne, semper eádem, per quæ veráciter vívimus, appetámus. Per Dóminum nostrum.
Comemoração de S. Eleutério:
ALIMENTADOS, Senhor, com os Vossos dons celestiais, Vos pedimos que, pelos méritos de São Felipe, Vosso Confessor, e, a seu exemplo, aspiremos sempre a este Alimento que nos dará a verdadeira vida. Por Nosso Senhor.
REFECTIÓNE sancta enutrítam gubérna, quǽsumus, Dómine, tuam placátus Ecclésiam: ut poténti moderatióne dirécta, et increménta libertátis accípiat et in religiónis integritáte persístat. Per Dóminum nostrum.
SENHOR, governai benignamente a Vossa Igreja, agora alimentada com a Refeição Sagrada, para que, sustentada por Vosso braço poderoso, venha a crescer em liberdade e perseverar na integridade da religião. Por Nosso Senhor.

Ver, baixar ou imprimir em PDF:

Voltar ao Próprio da Missa

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Missa da Festa da Ascensão do Senhor

I classe, paramentos brancos

I classe, paramentos brancos
A festa da Ascensão é uma das mais formosas do ano litúrgico, de uma alegria doce, suave e tranquila, misturada com santa tristeza que a fazem ainda mais simpática ao coração cristão e contemplativo. É, por assim dizer, a inauguração oficial do Céu por Jesus Cristo.  Ele o conquistou com sua morte e ressurreição e nos oferece a todos como prêmio por uma vida santa, conforme Sua divina Lei. Ir, pois, para o Céu, deve constituir nossa ambição e nosso ideal. Com a esperança de ir para lá e participar das alegrias eternas e inenarráveis e eternas, devemos padecer com paciência e até com amor às misérias da terra. Sursum corda! Corações ao alto! para viver tão limpidamente, que mereçamos ver e amar a Deus para sempre e nos alegrarmos com Ele na eterna bem-aventurança.

INTRÓITO
(At 1, 11; Sl 46,2)
VIRI Galilǽi, quid admirámini aspiciéntes in cælum? allelúja: quemádmodum vidístis eum ascendéntem in cælum, ita véniet, allelúja, allelúja allelúja. PS. Omnes gentes, pláudite manibus, jubiláte Deo in voce exsultatiónis. Glória Patri. Viri Galilǽi.
HOMENS da Galiléia, que fazeis aí parados olhando para o Céu?  Aleluia, aleluia. Do mesmo modo que o vistes subir ao Céu, Ele voltará, aleluia, aleluia, aleluia. Salmo. SL. Povos todos, batei palmas, aclamai a Deus com gritos de alegria. Glória ao Pai. Homens da Galiléia.

COLETA
CONCÉDE, quǽsumus, omnípotens Deus: ut, qui hodiérna die Unigénitum tuum Redemptórem nostrum as cælos ascendísse crédimus; ipsi quoque mente in cæléstibus habitémus. Per Dóminum.
Ó DEUS todo poderoso, concedei que, crendo que vosso Filho e nosso Salvador subiu hoje aos Céus, viver em contínua ascensão até alcançar a eterna morada. Por Nosso Senhor.

EPÍSTOLA
(At 1, 1-11)
Léctio Actuum Apostolórum.
E
m minha primeira narração, ó Teófilo, contei toda a sequência das ações e dos ensinamentos de Jesus, desde o princípio até o dia em que, depois de ter dado pelo Espírito Santo suas instruções aos apóstolos que Ele tinha escolhido, foi arrebatado ao céu. E a eles se manifestou vivo depois de sua Paixão, com muitas provas, aparecendo-lhes durante quarenta dias e falando das coisas do Reino de Deus. E estando à mesa com eles, ordenou-lhes que não  se afastassem de Jerusalém, mas que esperassem o cumprimento da promessa de seu Pai, que ouvistes, disse ele, da minha boca; porque João batizou na água, mas vós sereis batizados no Espírito Santo daqui há poucos dias. Assim reunidos, eles o interrogavam: Senhor, é porventura agora que ides instaurar o reino de Israel? Respondeu-lhes ele: Não cabe a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder, mas recebereis a força do que descerá sobre vós; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria e até os confins do mundo. Dizendo isso elevou-se à vista deles e uma nuvem o ocultou aos seus olhos. Enquanto o acompanhavam com seus olhares, vendo-o afastar-se para o céu, eis que lhes apareceram dois homens vestidos de branco, que lhes disseram: Homens da Galiléia, por que ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que acaba de vos ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu.

ALELUIA
(Sal. 46. 6; Sal. 67,18-19)
ALLELÚIA, allelúia. V. Ascéndit Deus in jubilatióne, et Dóminus in voce tubæ. Allelúja. [Ps. lxvii] Dóminus in Sina in sancto, ascéndens in altum, captívam duxit captivitátem. Allelúja
ALELUIA, aleluia. V. Deus sobe entre aclamações, o Senhor subiu ao som da trombeta. Aleluia. Deus sobe do Sinai ao santuário, sobe ao cume levando os cativos. Aleluia.

EVANGELHO
(Mc l6.14-20)
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Marcum.
N
aquele tempo, Jesus apareceu aos Onze, quando estavam sentados à mesa, e censurou-lhes a incredulidade e dureza de coração, por não acreditarem naqueles que o tinham visto ressuscitado. E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão os demônios em meu nome, falarão novas línguas, manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados. Depois que o Senhor Jesus lhes falou, foi levado ao céu e está sentado à direita de Deus. Os discípulos partiram e pregaram por toda parte. O Senhor cooperava com eles e confirmava a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.
Depois do Evangelho se apaga o círio pascal.                                                                                                                                                         
Credo
OFERTÓRIO
(Sl 46, 6)
ASCÉNDIT Deus in jubilatióne, et Dóminus in voce tubæ, allelúja.
DEUS sobe entre aclamações, o Senhor subiu ao som de trombetas, aleluia.

SECRETA
SÚSCIPE, Dómine, múnera, quæ pro Fílii tui gloriósa Ascensióne deférimus: et concéde propítius; ut a præséntibus periculis liberemur, et ad vitam perveniámus ætérnam. Per Dóminum.
RECEBEI, Senhor, as oferendas que vos apresentamos, para celebrar a Ascensão de vosso Filho à Glória: livrai-nos dos presentes perigos e concedei-nos a vida eterna. Por Nosso Senhor.

PREFÁCIO DA PÁSCOA
V. Dominus vobiscum.
R. Et cum spíritu tuo.
V. Sursum corda.
R. Habémus ad Dóminum.
V. Gratias agamus Domino Deo nostro.
R. Dignum et justum est.
V. O Senhor seja convosco.
R. E com o vosso espírito.
V. Corações ao alto.
R. Já os temos no Senhor.
V. Demos graças ao Senhor, nosso Deus.
R. É digno e justo.
VERDADEIRAMENTE é digno e justo, e igualmente salutar, que, sempre e em todo o lugar, Vos demos graças, ó Senhor santo, Pai onipotente, eterno Deus, por Cristo, Nosso Senhor. Este, depois de sua Ressurreição, manifestou-se visivelmente a todos os seus discípulos, e em presença deles, subiu aos céus, para nos fazer participar de sua Divindade. E por isso, com os Anjos e os Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celestial, cantamos hinos à vossa glória, dizendo, sem fim:

ANTÍFONA DA COMUNHÃO
(Sl 67,33-34)
PSÁLITE Dómino, qui ascéndit super cælos cælorum ad Oriéntem, allelúja.
CANTAI ao Senhor, que sobe ao mais alto dos Céus desde o Oriente, aleluia.

PÓSCOMUNHÃO
PRESTA, nobis, quǽsumus, omnípotens et miséricors Deus: ut, quæ visibílibus mystériis suménda percépimus, invisíbili consequámur efféctu. Per Dominum.
Ó DEUS de poder e misericórdia, concedei-nos sentir os frutos invisíveis deste Sacramento visível que recebemos. Por Nosso Senhor.

Ver, baixar ou imprimir em PDF: 

Voltar ao Próprio da Missa